CAFÉ MEMÓRIA VISEU

Serão realizadas actividades práticas relacionadas com a quadra natalícia, na próxima sessão do Café Memória Viseu.
Local: Escola Superior de Educação de Viseu
Horário: 10H00 – 12H00
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

COMUNICADO

Informamos que, em conformidade com os estatutos das Obras Sociais do Pessoal da CM e SM de Viseu, foi agendada a Assembleia Geral Extraordinária, para eleição da Direção, do Conselho Fiscal e dos Membros da Assembleia Geral para o dia 13 de dezembro de 2019.

Considerando que não houve apresentação de listas, até dez dias antes do ato eleitoral, em conformidade com Artigo 10º, n.º 3., fica sem efeito a realização da Assembleia Geral.

A Direção cessante, tendo em consideração o n.º 6 do Artigo 10º – “Não havendo lista propostas pelos associados compete à Direção a apresentação de uma” – está a proceder às diligências necessárias para, o mais rapidamente possível, apresentar uma lista às eleições dos órgãos sociais para o Quadriénio 2020/2023, em Assembleia Geral Extraordinária.

 

Viseu, 10 de dezembro de 2019

O Presidente da Direção

 

(José António Gonçalves Carreira)

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

VAGA PARA EMPREGADO (A) DE BAR / BALCÃO

VAGA PARA EMPREGADO DE BAR / BALCÃO

CONTRATO A TERMO CERTO – 1 MÊS

SALÁRIO – 635.00€

Substituição direta de um trabalhador em situação de baixa médica

LOCAL DE TRABALHO: Bar do Município de Viseu – Praça da República

Contactos:

232 414 908

secretaria@obrassociais.pt

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

COMUNICADO DO PRESIDENTE DA DIREÇÃO

Passaram 7 anos, dois mandatos, à frente dos destinos das Obras Sociais do Pessoal da CM e SM de Viseu. Foram dias, semanas, meses, anos de muito e árduo trabalho. Um trabalho que fizemos com enorme dedicação, profissionalismo, espírito solidário e de missão.
Fizemos tudo o que esteve ao nosso alcance para não deixar que se cumprisse o destino pré-anunciado em 2012, o encerramento da instituição.
Trabalhámos sempre com o foco no cumprimento da missão da organização e na imperativa e imprescindível sustentabilidade financeira.
Com muitos altos e baixos, com a colaboração inexcedível dos COLABORADORES e o apoio, absolutamente determinante, do MUNICÍPIO DE VISEU conseguimos gerar novos equilíbrios. Equilíbrios alicerçados numa estratégia de otimização das respostas sociais existentes – Creche, Pré-escolar e CATL – e na diversificação das fontes de financiamento, alavancadas na implementação de novas respostas sociais e projetos do Portugal Inovação Social; Programa Operacional de Inclusão Social e Emprego – POISE – e Programa de Celebração ou Alargamento de Acordos de Cooperação para o Desenvolvimento de Respostas Sociais – PROCOOP: Centro Apoio Alzheimer Viseu; Formação Financiada; Rede Local de Intervenção Social; Contrato Local de Desenvolvimento Social 3 G Viseu Igual; Capacitação para a Inclusão; Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social; Contrato Local de Desenvolvimento Social 4 G Viseu Positivo; Contrato Local de Desenvolvimento Social 4 G Comunidade de Afetos.
Entendo que se cumpriu um ciclo e que deve ser dado início a um novo percurso com novos protagonista que possam trazer mais valor, inovação e visão para as Obras Sociais de Viseu.
Informo que não serei candidato, no dia 13 dezembro, a Presidente da Direção para o novo mandato 2020-2023.
Agradeço a todos os colaboradores, associados, utentes / famílias e parceiros o carinho que sempre me foi demonstrado e a força que, em momentos difíceis, me transmitiram.
Os meus colegas da direção, da Assembleia Geral e do Conselho Fiscal foram inexcedíveis. Estou-vos imensamente grato.
Um grande abraço à minha família que, mesmo à distância de 2000 km, é um verdadeiro e efetivo porto de abrigo ao qual regresso frequentemente.

Bem hajam!
Viseu, 29/11/2019
José Carreira

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

AS CRECHES CONTRIBUEM PARA A IGUALDADE SOCIAL

Ficámos a saber esta semana que Portugal é o segundo país da OCDE com mais horas de atendimento semanal e também o segundo dos 28 países da União Europeia onde as crianças passam mais horas em creches e jardins infância. Mais de metade das crianças até aos 3 anos passa, por dia, entre 10 e 12 horas em instituições.

O tempo das crianças no ambiente familiar tem vindo progressivamente a escassear, algo que deve obrigar-nos, enquanto comunidade, a uma reflexão em torno da conciliação da vida familiar e profissional. A organização do trabalho deve ser repensada, se queremos melhorar as taxas de natalidade.

Os horários de trabalho alargados e o trabalho por turnos deixam poucas alternativas às famílias que encontram nestas respostas sociais o apoio de que necessitam.

Na instituição que dirijo, abrimos às 7H45 e fechamos às 19H15. Encerramos o estabelecimento uma semana no mês de agosto. Este curto interregno dificulta a vida a muitas famílias que não têm período de férias, nem capacidade financeira para proporcionarem alternativas de qualidade aos seus filhos.

O Relatório aprovado pelo Conselho Nacional da Educação – “Estado da Educação 2018” – faz alertas para os perigos da excessiva institucionalização no desenvolvimento das crianças, especialmente quando a “qualidade pedagógica é mínima”. Devo dizer que, no que concerne à qualidade pedagógica, tem sido realizado um trabalho sério e profícuo, promotor da melhoria continua, alavancado na formação contínua dos nossos colaboradores e na maior e imperativa exigência, aquando da realização do recrutamento de novos profissionais.

As especialistas – Maria Assunção Folque e Teresa Vasconcelos – a pedido do CNE, assinam o texto “Que educação para as crianças dos 0 aos 3 anos?” e afirmam que as IPSS aceitam mais crianças por sala do que o permitido por lei e que privilegiam a matrícula de famílias que pagam mensalidades mais elevadas. Vão ainda mas longe, defendendo a ideia de que “estas medidas de gestão financeira têm levado a uma crescente desigualdade social.”

Certo de que não devemos tomar a parte pelo todo, tendo em linha de conta o trabalho que desenvolvemos, posso afirmar que, contrariamente ao que afirmam, as IPSS contribuem, em grande medida, isso sim, para a igualdade social pela resposta que dão, preferencialmente, às famílias com menor capacidade financeira. Este é o nosso ADN, somos solidários e estamos ao serviço dos que mais precisam.

Convido as senhoras investigadoras para nos visitarem, podendo verificar, in loco, que as crianças são admitidas pela respetiva ordem de inscrição e não pelo IRS das famílias. Não tenho quaisquer dúvidas de que se não forem as IPSS, as dificuldades sentidas pelas famílias serão bem maiores.

Concordo em absoluto com a última linha de ação proposta pelas investigadoras:

“Repensar o sistema de financiamento das creches e jardins-de-infância no sentido de diferenciar o apoio do Estado às famílias que tenham menores recursos”.

Não faz qualquer sentido o atual sistema de financiamento pela Segurança Social, feito por montante fixo por criança. Este sistema faz perigar a sustentabilidade económica das IPSS que, como a que dirijo, cumprem a legislação em vigor.

Faz algum sentido que a Segurança Social pague o mesmo por uma criança a quem é aplicada uma mensalidade máxima (são em reduzido número) – 315,00€ – do que por uma a quem é aplicada a mensalidade mínima (são a maioria) – 27,00€?

O PRESIDENTE DAS OBRAS SOCIAIS VISEU

JOSÉ CARREIRA

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

«Doar + 1% » – Indique a IPSS – Obras Sociais Viseu

Indique a IPSS – Obras Sociais Viseu
https://obrassociais.pt/
“Entre 26 de novembro e 1 de Dezembro, qualquer Participante pode indicar a
Instituição de Solidariedade Social que quer ver contemplada na votação final na caixa de comentários do
post de anúncio do Concurso, publicado na referida página no dia 26 de novembro de 2019. De entre
todas as Instituições propostas, serão selecionadas as três finalistas com mais votos.”
BEM HAJA!!!

“Este Natal vamos Doar + a quem relamente precisa. 🎄 🎅🏻 “
Consulte o regulamento completo no nosso site em: https://jsclinicamedica.pt/regulamento-campanha-solidaria-doar-1/

#JSClínicaMédica #CampanhaSolidária #Natal #DoarMais

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

APELO AOS ASSOCIADOS

Caros associados,
Como é do vosso conhecimento, os órgãos sociais em exercício estão prestes a cumprir o segundo mandato à frente dos destinos das Obras Sociais.
Apelamos à mobilização e participação dos associados, constituindo e apresentando listas candidatas e exercendo o seu direito de voto.
A instituição precisa de si, precisa de todos os seus associados para continuar a cumprir a sua missão, contribuindo, em grande medida, para a melhoria da qualidade de vida das famílias da nossa comunidade.
A participação ativa dos associados, na vida da instituição, é fundamental para que se continue a densificar a intervenção social e se atinjam os objetivos inerentes ao ADN da sua matriz, na qualidade de Instituição Particular de Solidariedade Social
Informamos os nossos associados que a apresentação de listas candidatas aos órgãos sociais terá que ser realizada até ao dia 03 de dezembro de 2019, até às 18h00 nos nossos serviços administrativos ou via correio eletrónico até às 00h00.
 
O PRESIDENTE DA DIREÇÃO
José Carreira
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

CONVOCATÓRIA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

CONVOCATÓRIA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA – 13 DE DEZEMBRO
ELEIÇÃO PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS PARA O QUADRIÉNIO 2020-2023

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

FESTA DE NATAL OBRAS SOCIAIS VISEU

A Festa de Natal das crianças que frequentam as respostas sociais Creche, Pré-escolar e CATL realizar-se-á, no dia 07 de dezembro, no Centro Sócio-Pastoral da Diocese de Viseu.

Um momento de convívio para as famílias das nossas crianças.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

CAFÉ MEMÓRIA VISEU -ALIMENTAÇÃO NAS DIFERENTES FASES DA DEMÊNCIA

A próxima sessão do Café Memória Viseu será dedicada aos cuidados a ter com a alimentação.

A sessão “Alimentação nas diferentes fases da demência” será dinamizada pelo nutricionista Marco Pontes (Cédula Profissional 4058).

DATA: 23/11/2019
HORÁRIO: 10H00 às 12H00

LOCAL: Escola Superior de Educação de Viseu
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon