Workshop para Miúdos e Graúdos “Agora Eu Era Uma Família Feliz”

INSCRIÇÕES ABERTAS até dia 20 de maio de 2019

O CLDS 3G Viseu Igual e a CPCJ organizam em parceria com a FRAP Viseu e com o IPDJ, o Workshop Novos Tipos de Família “Agora Eu Era Uma Família Feliz”, nome da obra literária infantil de Bárbara Villadelprat.

Esta é a história de Bianca, uma menina sonhadora e curiosa, que se vê no meio de muitas aventuras quando decide partir à descoberta do gigante Mundo das Famílias.
Fala sobre a grande diversidade de famílias que existe atualmente (já não podemos falar só da família clássica mãe-pai-filhos) e da forma como devemos abraçar essa diversidade sem juízos de valor. No fundo, é um livro para miúdos com uma mensagem também para os graúdos.

Pais e Filhos e Comunidade em geral estão convidados a viajar com ela e a dar asas à imaginação, a abrir o coração e a abraçar a diferença!

Inscrições gratuitas mas obrigatórias.
Inscreva-se em:

http://www.viseuigual.pt/2019/04/29/workshop-para-miudos-e-graudos-novos-tipos-de-familia-agora-eu-ura-ema-familia-feliz-com-barbara-villadelprat/

SOBRE A AUTORA
Formada em Letras no secundário, tirei o curso profissional de Fotografia no IPF e a Licenciatura em Cinema e Audiovisual na ESAP, após uma grande desilusão com o Curso de Jornalismo. Foi em cinema que regressei às letras com a aposta na escrita de argumento. Desde sempre apaixonada por publicidade, acabei por me tornar copywriter e é o que tenho feito desde há quase 10 anos. Em 2016, aventurei-me a escrever um livro infantil para participar num passatempo de escrita literária, pelo desafio que isso significava para mim: por um lado, o tamanho exigido para admissão da obra chocava com o meu estilo de escrita mais sucinto, por outro lado, o público alvo não era (e não é) o meu público-alvo preferencial. Do passatempo resultou apenas uma história na gaveta com um feedback muito positivo de familiares e amigos (nada suspeitos!).
Com a maternidade em 2017, veio a criação da minha página de instagram e facebook Barbaridades da Maternidade – este, sim, um projeto de escrita pessoal, sem filtros e sem especificações obrigatórias – e surgiu então a possibilidade de editar o livro, que está agora à venda nas livrarias e no site da Calendário de Letras, nas lojas FNAC, Bertrand e Wook. Nunca imaginei escrever um livro infantil, mas ele está aí e o objetivo é que chegue ao maior número de mesinhas de cabeceira, mochilas e estantes, porque a história é universal!

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

DESFILE DE CARNAVAL

Participaremos, amanhã, no desfile escolar de Carnaval que junta crianças dos Jardins de Infância e das Escolas do Primeiro Ciclo do Concelho de Viseu que terá como palco o Pavilhão Multiusos de Viseu.

Contamos com a presença de todas as famílias para apoiar os simpáticos participantes.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

VIVA A CRECHE!

Uma rápida consulta à Wikipédia permite-nos obter uma breve definição da resposta social Creche: “Uma creche é um estabelecimento educativo que ministra apoio pedagógico e cuidados às crianças com idade até três anos de idade. Conforme o país e o seu sistema educativo, a creche pode integrar-se na educação pré-escolar ou na educação infantil.”

De acordo com o Manual de Processos-Chave da Creche[1], editado pelo Instituto da Segurança Social, IP, A Creche constitui uma das primeiras experiências da criança num sistema organizado, exterior ao seu círculo familiar, onde irá ser integrada e no qual se pretende que venha a desenvolver determinadas competências e capacidades.”

Segundo um estudo recente – Early childcare type predicts children’s emotional and behavioural trajectories into middle childhood. Data from the EDEN mother–child cohort study[2]as crianças que beneficiaram de uma resposta social coletiva do tipo creche denotam menos problemas emocionais e relacionais durante os seus primeiros anos de frequência da escolaridade obrigatória.

O estudo permitiu aos investigadores analisar mais de 1400 crianças, desde a data do seu nascimento até à idade de 8 anos. A análise efetuada permitiu observar uma correlação entre a frequência de uma resposta social, que permite a interação da criança com os seus pares, e uma personalidade mais calma e empática. As crianças que frequentaram, pelo menos um ano, uma creche apresentam-se mais equilibradas do que aquelas que foram cuidadas por uma ama ou no seio da sua família.

Se for trabalhada precocemente a socialização, o valor da partilha e o respeito pelas regras, poder-se-á potenciar o desenvolvimento das competências psicossociais das crianças, facilitando-lhes a adaptação aquando da entrada no ensino pré-escolar e básico.

Num país como Portugal em que assistimos a um acelerado envelhecimento demográfico – nascem cada vez menos crianças e a esperança de vida tem vindo a aumentar – fará todo o sentido criarem-se políticas de apoio à natalidade.

Uma das medidas deverá passar pelo aumento da capacidade instalada da resposta social creche e também pelo reforço dos apoios às famílias que por ela optem, dando especial atenção às de menores rendimentos para que não desistam de ter filhos pela incapacidade de encontrarem uma resposta de qualidade e acessível, tendo em linha de conta o orçamento exíguo de que dispõem.

[1] http://www.seg-social.pt/documents/10152/13673/gqrs_creche_processos-chave/5336ef3a-bbae-4297-a12d-de678dfeb347

[2] http://press.psprings.co.uk/jech/september/jech210393.pdf

José Carreira – Presidente das Obras Sociais Viseu

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

Relatório do Conselho Nacional da Educação 2017

Consulte o Relatório do Conselho Nacional da Educação 2017:
CLIQUE AQUI…
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

É BENÉFICO PROLONGAR A FREQUÊNCIA NO JARDIM DE INFÂNCIA

  • Relatório do Conselho Nacional da Educação alerta que alunos que entram com 5 anos no 1.º Ciclo chumbam mais que os outros.

 

  • Especialistas defendem ser benéfico, para algumas crianças, prolongar a frequência no jardim de infância.

Clique aqui e leia o trabalho da jornalista Alexandra Inácio, no Jornal de Notícias.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

FESTA DE NATAL COM “CONTOS & CANTOS”

As crianças das respostas sociais Creche, Pré-escolar e CATL, das Obras Sociais, assistiram a uma magnífica apresentação musical e teatral protagonizada por dois artistas do projeto Contos e Cantos.

A Festa contou com a presença de elementos dos órgãos sociais da instituição e  do Sr. Vice – Presidente do Município de Viseu, Joaquim Seixas.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

QUADRA NATALÍCIA NAS OBRAS SOCIAIS VISEU

PROGRAMAÇÃO PARA A FAMÍLIA: 
QUADRA NATALÍCIA: 

– 8 de de Dezembro – 17H30 – CONVÍVIO DE NATAL
Auditório do Centro Sócio-Pastoral da Diocese de Viseu

– 14 de Dezembro – 19H00 – CONCERTO ORQUESTRA DE SOPROS E PERCUSSÃO DE FERREIRIM
Auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu (IPV)

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

Concerto Orquestra Sopros e Percussão Ferreirim

Convidamos todas as famílias das crianças que frequentam as respostas sociais Creche, Pré-escolar e CATL a assistirem ao belíssimo Concerto da Orquestra de Sopros e Percussão de Ferreirim.
#ObrasSociaisFamílias

14 de dezembro às 19H00.
Auditório da Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Viseu (IPV).

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon

OFERTA – Estágio profissional para Educadora de Infância 

OFERTA – Estágio profissional para Educadora de Infância 
ENTIDADE- Obras Sociais do Pessoal da CM e SM de Viseu
LOCAL – Viseu
DURAÇÃO – 9 meses
NOTA: para se candidatar, envie email – secretaria@obrassociais.pt – com o currículo vitae e carta de motivação.

CONTACTO – 232 414 908
INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
https://www.iefp.pt/estagios

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon