ℹ️ ESTABELECIMENTO DE ENSINO PRÉ-ESCOLAR:

ℹ️ ESTABELECIMENTO DE ENSINO PRÉ-ESCOLAR:

❇️ COVID – 19: MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLO

A COVID-19 é uma doença causada pela infeção pelo novo Coronavírus (SARS-CoV-2). A doença manifesta-se predominantemente por sintomas respiratórios, nomeadamente, febre, tosse e dificuldade respiratória, podendo também existir outros sintomas, entre os quais, odinofagia (dor de garganta), e dores musculares generalizadas. Com base na evidência científica atual, este vírus transmite-se principalmente através de:

Contacto direto: disseminação de gotículas respiratórias, produzidas quando uma pessoa infetada tosse, espirra ou fala, que podem ser inaladas ou pousar na boca, nariz ou olhos de pessoas que estão próximas (< 2 metros).

Contacto indireto: contacto das mãos com uma superfície ou objeto contaminado com SARS-CoV-2 e, em seguida, com a boca, nariz ou olhos.

 Através da Resolução do Conselho de Ministros n.º 33-C/2020, de 30 de abril, o Governo aprovou ainda uma estratégia gradual de levantamento de medidas de confinamento no âmbito do combate à pandemia da doença COVID-19, nos termos da qual definiu o dia 1 de junho como data de reabertura dos estabelecimentos de educação pré-escolar.
 Assim, em cumprimento das orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS), estabelecem-se diretrizes para a reorganização do funcionamento de cada estabelecimento de educação pré-escolar.
 Pese, embora, a recomendação atual de distanciamento físico, não podemos perder de vista a importância das aprendizagens e do desenvolvimento das crianças, bem como a garantia do seu bem-estar e direito de brincar. É também essencial considerar que as interações e as relações que as crianças estabelecem com os adultos e com as outras crianças são a base para a sua aprendizagem e desenvolvimento.
 As crianças, bem como o pessoal docente e não docente, com sinais ou sintomas sugestivos de COVID-19 não se devem apresentar no estabelecimento de educação pré-escolar. Quem tiver sintomas deve contactar a Linha SNS24 (808 242424) ou outras linhas telefónicas criadas especificamente para o efeito e proceder de acordo com as indicações fornecidas pelos profissionais de saúde.
 Serão privilegiadas as atividades que decorram no exterior em regime rotativo dos grupos.
Não deve a criança permanecer no estabelecimento de educação por período superior ao estritamente necessário.

🔵 AÇÕES REALIZADAS:

🔷 PRÉ-REABERTURA DO ESTABELECIMENTO DE ENSINO PRÉ-ESCOLAR:
➡️Atualização do Plano de Contingência (elaborado de acordo com a Orientação 006/2020 da Direção Geral da Saúde (DGS);
➡️Nebulização de todos os espaços do estabelecimento de educação Pré-escolar;
➡️Formação das colaboradoras: COVID – 19: MEDIDAS DE PREVENÇÃO E CONTROLO
➡️Reorganização da entrada / saída das crianças, em distintos acesos;
Fornecimento, às colaboradoras dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI);
➡️Todos as colaboradoras usarão máscara cirúrgica.

🔵ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO
NORMAS DE SEGURANÇA E PREVENÇÃO:
❇️Atualização dos contactos de emergência das crianças;
❇️À chegada e saída da instituição, as crianças devem ser entregues/recebidas individualmente pelo seu encarregado de educação, ou pessoa por ele designada, à porta do estabelecimento, evitando, assim, a circulação de pessoas externas no interior do recinto;
❇️Será medida à entrada, durante o dia e à saída, diariamente, a temperatura das crianças, com recurso a termómetro infravermelho. Não é permitida a entrada e / ou permanência da criança com febre, bem como outros sinais e sintomas associados à infeção pelo Covid-19: febre (temperatura ≥ 38.0ºC); tosse; dificuldade respiratória (ex: falta de ar) e diarreia.
❇️Os encarregados de educação, ou pessoa por ele designada, devem usar máscara;
❇️As crianças têm que ter dois pares de calçado na instituição: um par para usarem no interior e outro no exterior.
❇️As crianças devem trocar o calçado que levam de casa (os encarregados de educação terão que o levar para casa) por outro apenas utilizado no espaço do Jardim de Infância. Este calçado extra permanece no estabelecimento de educação, devendo ser higienizado, todos os dias, após a saída da criança. Os profissionais deverão cumprir a mesma orientação.
❇️As crianças não podem levar brinquedos ou outros objetos não necessários de casa para a creche;
❇️Os bibes das crianças devem ser higienizados diariamente pelo que devem, preferencialmente, ter dois bibes;
❇️Após o 1.º dia, no regresso à instituição, não será permitida a entrada de mochilas / sacos / objetos.

🔵 IDENTIFICAÇÃO DE CASO SUSPEITO:
Perante a identificação de um caso suspeito (se detetado no estabelecimento de educação), este deve encaminhar-se ou ser encaminhado para a área de isolamento, pelos circuitos definidos no Plano de Contingência.
Sempre que se trate de uma criança, a pessoa responsável deve permanecer com a criança na sala de isolamento, cumprindo com as precauções básicas de controlo de infeção, nomeadamente quanto à higienização das mãos.
Deve ser contactada a Linha SNS24 (808 242424) e proceder de acordo com as indicações fornecidas.
As Autoridades de Saúde locais devem ser imediatamente informadas do caso suspeito e dos contactos do grupo, de forma a facilitar a aplicação de medidas de Saúde Pública aos contactos de alto risco. Para o efeito, os estabelecimentos devem manter atualizados os contactos das Autoridades de Saúde territorialmente competentes.
Se o caso suspeito for uma criança, deve ser contactado, de imediato, o respetivo encarregado de educação.
Deve-se reforçar a limpeza e desinfeção das superfícies mais utilizadas pelo caso suspeito, bem como da área de isolamento, nos termos da Orientação 14/2020 da DGS.
Os resíduos produzidos pelo caso suspeito devem ser acondicionados em dois sacos de plástico, resistentes, com dois nós apertados, preferencialmente com um adesivo/atilho e devem ser colocados em contentores de resíduos coletivos após 24 horas da sua produção (nunca em ecopontos).

🔴 NOTA:
Este documento foi elaborado, tendo por base:
Resolução do Conselho de Ministros n.º 33-C/2020, de 30 de abril. [Disponível em linha: https://dre.pt/application/conteudo/132883346]

Orientações do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social para a reabertura da resposta social do Pré-Escolar. [Disponível em linha: file:///C:/Users/Admin/Downloads/74.%20Orienta%C3%A7%C3%B5es%20para%20a%20Reabertura%20da%20Educa%C3%A7%C3%A3o%20Pr%C3%A9-Escolar%20(1).pdf].

Recomendações: Adaptar os Locais de Trabalho / Proteger os Trabalhadores. [Disponível em linha: https://www.act.gov.pt/…/No…/Documents/19_MEDIDAS-280420.pdf ]

Orientação da Direção Geral de Saúde (DGS) NÚMERO: 006/2020, 26/02/2020: Procedimentos de prevenção, controlo e vigilância em empresas. [Disponível em linha: https://www.dgs.pt/…/orientacao-n-0062020-de-26022020-pdf.a…]

Orientação da Direção Geral de Saúde (DGS) NÚMERO: 14/2020, 31/03/2020: Limpeza e desinfeção de superfícies em estabelecimentos de atendimento ao público ou similares. [Disponível em linha: https://www.dgs.pt/…/orientacao-n-0142020-de-21032020-pdf.a…]

Orientação da Direção Geral de Saúde (DGS) NÚMERO: 25/2020, 31/03/2020

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon