Inalação de Fumo

Os incêndios são uma das maiores fontes de emissão de poluentes gasosos e de partículas para a atmosfera com repercussões na qualidade do ar e na saúde humana.

A concentração de fumo pode variar constantemente ao longo do dia e afetar pessoas que se encontram em ambientes afastados. A principal ameaça para a saúde resultante do fumo provém das partículas que constituem um poluente que pode afetar a saúde.

Os principais sintomas são: irritação nos olhos, nariz, garganta e tosse (pode haver risco de agravamento de doenças respiratórias).

Os efeitos dos incêndios podem ser sentidos com maior intensidade em:

  • grávidas;
  • crianças;
  • doentes respiratórios crónicos;
  • doentes com problemas cardíacos;
  • trabalhadores ao ar livre e população envolvida nas imediações.

 

Neste sentido e enquanto os efeitos do fumo se fizerem sentir, a Direção-Geral da Saúde recomenda:

  • A população em geral deve reduzir os esforços prolongados, limitar a atividade física ao ar livre e evitar a exposição a fatores de risco, tais como o fumo do tabaco e o contacto com produtos irritantes;
  • As crianças, os idosos, as grávidas, os doentes com problemas respiratórios crónicos, principalmente asma e os doentes do foro cardiovascular, pela sua maior sensibilidade e vulnerabilidade aos efeitos deste fenómeno, para além de cumprirem as recomendações para a população em geral devem, se possível, permanecer no interior dos edifícios com as janelas fechadas e utilizar sistemas de purificação do ar ou ar condicionado (modo de recirculação);
  • Os doentes crónicos devem manter os tratamentos médicos em curso;
  • As pessoas que se encontrem na proximidade de um incêndio e que necessitem de permanecer no exterior devem proteger a boca e nariz com lenços húmidos;

 

No caso da situação se agravar, os grupos mais vulneráveis que se encontrem na proximidade do incêndio deverão ser evacuados para locais dotados com sistemas de ar condicionado.

Em caso de agravamento de sintomas contactar o SNS 24 (808 24 24 24) ou procurar uma unidade de saúde.

Fonte: Direção-Geral de Saúde
https://www.dgs.pt/a-direccao-geral-da-saude/comunicados-e-despachos-do-director-geral/recomendacoes-para-a-populacao-exposta-ao-fumo-de-incendios-pdf.aspx

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInShare on StumbleUpon